Joensuu

Joensuu é uma cidade finlandesa, capital da região da Carélia do Norte, província da Finlândia Oriental. A cidade foi fundada em 1848.

A cidade de Joensuu, fundada pelo Czar Nicolás I da Rússia em 1848, é o centro da região da capital da Carélia do Norte. Durante o Século XIX Joensuu foi cidade manufatureira e de comércio. Quando em 1860 a cidade recebeu direito especiais do comércio e restrições contra a indústria, esta foi desmantelada.

O comércio, através das vias fluviais, melhorou com a construção do Canal de Saimaa. Isto animou o comércio entre as regiões da Carélia do Norte. Ao finalizar o Século XIX Joensuu era uma das maiores cidades portuárias da Finlândia.

Ao longo dos séculos os comerciantes da Carélia têm viajado através do rio Pielisjoki. O rio é atualmente o coração vivo da cidade. Os canais que foram completados aos finais de 1870, incrementaram o tráfego fluvial. O rio Pielisjoki é também uma boa via para o transporte dos troncos de árvores que alimentam seus madeireiros e nutrem a indústria dos derivados da madeira.

Durante as últimas décadas, uma vez a pequena cidade agrícola tem se desenvolvendo até ser o centro vital da província. Sua designação como capital da província de Carélia, e os investimentos em educação tem sido os feitos mais determinantes de seu desenvolvimento. A Universidade de Joensuu fundada em 1969 e tem atualmente cinco Faculdades.

Sua proximidade à fronteira do leste, tem sido um dos fatores determinantes na história da cidade. A República da Carélia foi uma importante zona para a cooperação com as regiões próximas da vizinha Rússia. As companhias exportadoras de Joensuu continuam as tradicionais do comércio exterior do Século XIX. A cidade em si mesma oferece numerosas possibilidades para toda classe de atividades. Um nível de atividades culturais alto e uma natureza limpa e cuidada, incrementam os atrativos da cidade.

Joensuu é conhecida como a 'Capital Florestal da Europa', primordialmente por ser a sede do Instituto Florestal Europeu, também dos recursos florestais da região, e das investigações florestais e apoios educativos neste campo. Aqui se encontra também o Jardim Botânico da Universidade de Joensuu.

Joensuu é uma cidade universitária muito ativa com uns 6.000 estudantes naUniversidade de Joensuu e 3.500 no Politécnico de Carélia do Norte.

O maior fornecedor de emprego da zona da cidade de Joensuu, é o hospital do distrito da federação dos municípios da Carélia do Norte, Abloy e Perlos.

O Instituto Europeu dos bosques, a Universidade e outras instituições e empresas de exportação tais como Abloy, Perlos e Timberjack o dão a Joensuu um aspecto internacional.

 


Solicite Atendimento

*