República Tcheca

População: Mais de 10 milhões de habitantes

Idioma: Tcheco

Religião: agnnóstica e atéia.

Moeda: Coroa

Fuso horário em relação à Brasília: +3 à +5 horas


O relevo é montanhoso, devido a cadeia montanhosa dos Cárpatos. A vegetação é basicamente a Floresta Temperada, que possui folhas em forma de agulha que caem no inverno. É um país sem saída para o mar, tendo fronteiras com Polônia, Eslováquia, Áustria e Alemanha.

O clima é o Temperado Continental. Verões quentes, curtos e com precipitação e invernos frios, longos e secos.

A economia da extinta Tchecoslováquia era essencialmente Baseada em indústrias siderúrgicas, metalúrgicas, automobilísticas, de bebidas e de cristais. Mais recentemente, a República Checa, já capitalista, desenvolveu uma agricultura baseada na produção de trigo para exportação. Outros produtos agropecuários produzidos em larga escala no país incluem beterraba, cevada, batata, lúpulo e carne de bovinos, suínos, caprinos e aves.

Berço de Kafka, O país dispõe de um número excepcional de monumentos históricos de variados estilos arquitetônicos e uma oferta rica de eventos culturais. Orgulha-se, ainda de possuir um geoparque e doze monumentos reconhecidos pela UNESCO na sua Lista do Patrimônio Cultural e Natural.

Os ingredientes básicos são sobretudo cereais, leguminosas, batatas e carne e aves. Entre os pratos típicos estão: os bolos de farinha chamados “knedliky“, uma oferta rica de molhos, cremes e sopas, molho de natas e legumes chamado “svíčková“ ou “vepřo knedlo zelo”. Além dos pratos tradicionais, a garrafa de Becherovka, um licor de ervas, passou a ser um dos souvenires preferidos dos turistas que visitam a República Checas.